7 de julho de 2011

Top 20 - Melhores Personagens de Street Fighter

Bom, se tratando de jogos, eu sou um velho amante desse ramo, e principalmente quando se trata de jogos de luta, aí sim, eu realmente me empolgo.

E que Street Fighter é meu jogo de luta favorito não é novidade pra ninguém que me conheça.

Afinal de contas eu o jogo desde novo, mas somente se tornou meu favorito quando eu fiquei mais velho e comecei a ter mais noção dos jogos de modo geral.

E além do que o Champion Edition foi o segundo jogo de luta que joguei, e no Arcade, o primeiro foi Mortal Kombat II e em plenos 3 anos de idade...

E eu nem por isso saia matando geral por aí, ta vendo?

Mas dane-se esses eventos, o que me fez gostar de Street Fighter é bastante, além disso, como os personagens, os golpes, comandos, equilíbrio, e a história posteriormente, tudo isso me influenciou a aprofundar no jogo de forma que eu jogasse horas, dias...

E anos. Muuuuuuuuuitos anos.

É...

Jogo videogame há muito tempo, e Street Fighter é provavelmente meu recorde de tempo de jogo. Não consigo lembrar de outro jogo que me fez jogar tanto tempo.

Exatamente por gostar tanto que fiz essa lista com meus personagens favoritos, mas antes de me xingarem, essa é minha opinião, e não usei nenhum tipo de regra, listagem ou popularidade para fazê-la, eu simplesmente fui enumerando de acordo com meu gosto pessoal, e os critérios para gostar do personagem são bem simples como golpes, história, ou mesmo o quanto eu gosto deles somente pelo visual, originalidade, etc...

20° Lugar – Remy


Este rapaz de cabelos esverdeados é um jovem lutador que possui rancor contra todos os lutadores, devido à seu pai ter abandonado tudo incluindo família e filhos para seguir com a vida de lutador, e nesse processo entra no Street Fighter para descobrir qual é a graça das lutas, o que realmente motivou seu pai a abandonar tudo por isso.

Outra coisa legal é que quando sua irmã morreu, ele a colocou num bloco de gelo embaixo d’agua para preserva-la, e depois ele resolve deixar o corpo dela afundar no mar, como prova de que deixou seu passado negro pra trás, afinal ele depois do torneio acredita que deve se esquecer de tudo para ter uma vida realmente feliz.

E isso sem contar que ele usa técnicas semelhantes a Guile e Charlie, e isso é um tremendo ponto positivo, levando em conta que ele não é um mero plágio como os shotokans, e sim um personagem com postura de luta, e concepcções diferentes, e ele usa luz ao invés de som.

Não que isso basta pra justificar algo totalmente original, mas ajuda muito.

Sua postura levemente arrogante faz com que ele ganhe atenção e isso faz com que o francês ganhe alguns pontos.

19° Lugar – Alex


Esse é o principal protagonista de Street Fighter III, aposto que você achou que era Ryu de novo né?

Pois bem.

Ele é um wrestler, que entra no torneio por mera vingança, afinal de conta é isso que os machos bombados fazem. Mas sua vingança incluía pelo fato de Gill ferir gravemente seu mestre, que é visto por ele como uma figura paterna.

Apesar de Tom (o mestre em questão) lhe dizer que Gill venceu de forma justa, Alex decide ir atrás por si mesmo e executar vingança com as próprias mãos, afinal de contas ele não é um grandalhão que pode quebrar muitos ossos à toa.

Depois de feito, em SF III – Third Strike, o herói não está mais necessariamente pensando em vingança, porém ao encontrar Ryu, e perder, Alex fica mais motivado a treinar e superar aquele que o venceu com tanta facilidade.

18° Lugar – Cody


Cody era um personagem muito comum no meu ponto de vista.

Era... é claro. Afinal ele não está nessa lista atoa, ora pombas.

Afinal, quando ele surgiu em Final Fight e eu o conheci na versão de Super Nintendo, jamais pensei que ele pudesse um dia se tornar legal. Sinceramente, nunca mesmo.

Ele não me passava o menor carisma, ele era totalmente genérico, afinal qualquer jogo de luta ou beat’em up tinha um personagem do tipo, com roupa casual, e brigão, e no final das contas Cody sempre passou batido pra mim, levando em conta que eu não gostava do seu jogo de estréia.

Ta certo que depois da versão de Arcade isso mudou mas é uma história pra outro dia.

E no final das contas, por mais que eu ame Final Fight e Streets Of Rage, ainda acho Axel um clone barato do Cody, a menos que uma luva vermelha e uma faixa branca na cabeça salve o plágio de alguém...

Pois bem, comecei a gostar de Cody justamente quando este entrou em Street Fighter, e se tornou um presidiário por que cansou de não encontrar oponentes à altura, mostrando que no final das contas bater em Metro City inteira era super tedioso, claro que era...

...e também o quanto ele é foda.

Foda o bastante pra quebrar a prisão de onde saiu, sem ao menos quebrar as algemas.

Outro fator que me faz gostar dele é que ele não liga porra nenhuma pra justiça, bem e mal ou coisas do tipo, sua única vontade é de espancar. Simples assim. Ele gosta da emoção da batalha a ponto de não ligar sequer um pouco pra justiça, isso sim que é pensamento de um macho brigão de verdade..

E acredite, eu gosto dele lutando usando as algemas, faz parte do diferencial dele.

17° Lugar – Cammy


Cammy, nossa adorável criaturinha genética feita por ninguém menos que M. Bison.

Tem que ter muita moral pra ser serva de Bison, ôôô se tem...

Mas Cammy possui um estilo de luta terrivelmente irritante quando se trata de jogar o modo Arcade e não me venha com essa falando que era moleza que eu sei que você se lembra das surras que ela te dava no Super Street Fighter II, quando a dificuldade está pouca coisa além do normal e a quantidade de golpes que um simples Cannon Spike pode cortar.

Não lembra ? Deixava irritado, eu sei. E principalmente se você jogava com alguém como Guile ou Vega...

Mas enfim, no total, isso adiciona charme a ela, e por que ?

Por que torna ela uma mulher altamente foda, assim como Chun-Li.

Depois de ser libertada em sua história por Dhalsim, Cammy se voltou contra Bison, por que esse a usava feito boneca inflável provavelmente...

Depois de se libertar por completo, ela simplesmente vai em busca de vingança e em uma forma de recuperar suas memórias.

Isso tudo ajuda para que se torne uma personagem memorável, além das belas roupas e vestimentas sensuais, que sempre ajudam, né ?

16 – Ryu


Esse é nada mais, nada menos que....

... um shotokan que adora enfiar porrada em quem ele sentir que está a sua altura.

Só isso. E funciona por incrível que pareça, apesar do seu grau de carisma não ser muito alto, afinal de contas demonstrar emoções é algo terrível para uns e outros.

Ele não soa arrogante, nem pretencioso, nem simpático, nem... nada.

Porém, ele é desafiador, acima de todas as coisas, e isso o torna legal, longe de se tornar algo mítico em meu ponto de vista, porém ainda assim agradável.

Ele não liga pra perder ou vencer, o que o torna um vencedor. E isso normalmente não faria sentido, mas devido a muitos jogadores de muitos jogos que já conheci (não me refiro a profissionais) eles eram exatamente dessa forma, jogavam por que gostavam e mero lazer e não por esporte, profissão ou coisa do tipo. E esses jogadores eram incríveis, jogavam muito e a partir da diversão se descobriam como bons jogadores.

Longe de mim ser alguém desse nível, eu jogo e tudo mais, mas eu curto jogos de luta,  e não esquento tanto em perder. Mas como todo mundo, eu tenho meus dias de insatisfação, porém vou mais pela diversão.

E assim fica Ryu sendo um cara sem sal e mesmo assim muito legal. Apesar de que ser legal por não ter sal deveria soar ofensivo, não sei por que...

15° Lugar – Vega


O ninja espanhol, por que gosto tanto dele ?

Bom, deixe-me explicar...

Começa pelo simples fato de que ele é ninja, isso ajuda muito, além de narcisista, assassino, cruel, e simplesmente adora torturar seus inimigos.

Ele se torna foda demais por muitos motivos, não acha ?

Bom, além de tudo ele luta com uma máscara, e lutadores mascarados são algo que eu acho legal, principalmente quando se é um ninja mascarado.

E ele usa a máscara para proteger o que ele chama de belo rosto, de uma possível lesão.

Entretanto, Vega era toureiro no seu país de origem e quando foi ao japão aprendeu Ninjutsu, acredita-se que seja Geki, o que nunca foi confirmado ou mesmo revelado pela Capcom. E tomara que seja, afinal Geki é um dos poucos personagens legais do prmieiro jogo.

Além de julgar pelo seu jeito um tanto psicopático, Vega ganha destaque por seus golpes com garras, os balões aéreos e seus ataques especiais nos jogos são sempre arte pura, nem preciso dizer o quanto achei legal Bloody High Claw em Street Fighter 4, preciso ?

14° Lugar – Adon


Eis que este é um dos personagens que merece respeito. Afinal ele é está presente no prmieiro jogo da série.

Apesar de sua péssima aparência no primeiro jogo... ele na série Alpha foi totalmente salvo, ainda bem né.

Afinal de contas Adon é mais um dos mil personagens de jogos de luta que luta Muay Thai, porém, ele possui um diferencial.

No Muay Thai os lutadores normalmente defendem sua honra acima de tudo, e mostrar que o Muay Thai é o melhor estilo de combate, o que não é mostrado em muitos outros personagens do ramo, assim como Sagat, que particularmente nunca chamou minha atenção. Afinal o único foco de Sagat é honra e a chance de derrotar Ryu, mas nenhuma honra dele é ligada ao Muay Thai. Pelo menos até agora...

Mas Adon tem foco nisso e até mesmo desafia Sagat, que foi seu antigo mestre pelo título de melhor lutador do Muay Thai e vence, no final das contas quer matar Sagat por ter perdido para Ryu, o que ele considera uma vergonha.

O cara desafia Sagat na cara dura mesmo, e isso conta muitos pontos, afinal um sujeito daquele porte certamente não deve ser fácil de se vencer.

E como se desafiar Sagat não fosse o bastante o homem vai atrás do lutador que muitos temem, que é ninguém menos que Akuma. E em sua busca enfrenta Bison, alegando que Satsui no Hadou é nada comparado ao Psycho Power.

Seus golpes são todos baseados e nomeados com Jaguar, e sua arrogância como lutador é notada com total facilidade ao simplesmente entrar em combate nos jogos, algo que o deixa bem melhor que seu mestre.

13° Lugar - Guile


Este personagem é um dos que sempre gostei, mesmo que ficasse abaixo de muitos outros em meu ponto de vista, o que é mostrado com clareza, levando em conta a posição que o deixei em relação aos outros.

Mas Guile é inacreditavelmente massa, e existem muitos motivos pra isso e irei cita-los.

Ele cronologicamente surge na série Alpha, no terceiro jogo, quando seu melhor amigo, Charlie sumiu, os motivos estarão bem claramente mostrados abaixo, bem abaixo...

Outro fator é que Charlie foi seu professor e lhe ensinou golpes como Somersault e Sonic Boom, porém Guile sempre foi meio bruto, e isso resultou em alterar os golpes de certa forma, levando em conta que Charlie vira o mortal de costas e gira no ar antes de cair e Guile simplesmente pega um impulso violento e vira com o corpo totalmente de frente pro inimigo, e o Sonic Boom de Charlie é usado com facilidade e somente com uma mão enquanto o loiro de cabelos em pé precisa de ambas as mãos para uso de tal golpe. Ta certo que isso não é oficial, mas ainda penso dessa forma.

Isso deveria ser algo ruim, mas não é.

Afina isso deixa os personagens diferentes, e deixa cada um com sua singularidade, apesar do estilo de luta muito semelhante. Boa Capcom, sempre lembraremos disso com orgulho.

E quando Charlie é morto por Bison, isso o deixa lotado de desejo de vingança e vai atrás de Bison com um único intuito: elimina-lo.

E tem que ter muita coragem para tal feito.

E depois disso ele busca incansavelmente por Charlie, acreditando que ele possa ter sobrevivido, sequer vestígios de seu corpo foi encontrado, o que me deixa feliz. Mas eu explicarei isso logo a seguir, vocês irão entender.

12° Lugar – Gen


Esse é outro personagem que conheci no Alpha 2 e de cara me interessei por ele.

Porém uma coisa que não deve ser deixada de ser mencionada...

Eu parei de jogar com ele por que eu jogava a versão de Super Nintendo e ele é MUITO difícil de se jogar, e somente depois que eu evolui como jogador e no Alpha 3 eu consegui jogar com ele, mesmo que ainda esteje longe de caras terrivelmente viciados.

Mas por que diabos todo velho que luta Kung-Fu é tão difícil de se jogar ? Queria eu entender essa lógica dos programadores dos games...

Porém se tratando de Gen a resposta é óbvia, ele tem dois estilos de luta, os quais são parte de uma arte assassina. O que o torna um monstro na mão de jogadores que vivem pra jogar, afinal de contas deter um velho que usa estilo corpo-a-corpo e com dois estilos completamente diferentes é uma tarefa pra poucos. Muito poucos...

E além de tudo ele é um sujeito muito honrado, afinal foi diagnosticado com uma terrível doença e decide que prefere morrer em combate do que pela doença.

Completamente focado em seu objetivo, sai em busca de fortes oponentes e sem muito sucesso, e depois que ouviu falar de Akuma, sai em busca dele na expectativa de que esse seja bom o bastante para derrota-lo.

E o que temos como resultado ?

Um mero empate, até agora pelo menos, lembrando que Akuma tem teleporte, Shun Goku Satsu, dispara energias de ki das mãos e é uma máquina de lutar, enquanto ele é meramente um velho com um incrível talento pra Kung-Fu.

O que chega a espantar, se tratando de Street Fighter, não pelo fato de estar sem “armas” mas sim pelo fato de empatar com um dos caras mais temidos do jogo. E existe um outro motivo que o deixa bem bacana, mas esse será mostrado somente no personagem abaixo.

11° Lugar – Chun-Li


Eis a nossa belíssima chinesa, que tem como hobby espancar vilões e amassar a cara de meliantes com muitos chutes.

Muitos mesmo.

Mas enfim, Chun-Li foi nada menos que a primeira personagem feminina da série, e dos jogos de luta de modo geral.

Além de belíssima, atraente e dominante do Kung-Fu, arte que lhe foi passada por seu pai, que treinou com Gen, porém alterada por ela mesma, afinal, Chun-Li, nunca teve vontade de matar.

Ou seja, tecnicamente ela aprendeu com Gen, e dizem ainda que ela aprendeu pessoalmente, mas como são coisas não oficiais, ignore-as!

Mas só o fato de carregar parte da sabedoria de Gen a torna muito foda. Não acha ?

Fala a verdade, ein ? E lembre-se que o “mestre” dela, mesmo que indiretamente é alguem que quebra o pau de igual pra igual com Akuma...

E Chun-Li é um personagem que busca justiça com as próprias mãos contra Bison, por que esse assassinou seu pai, e nisso até mesmo entra pra Interpol, e como se não fosse o bastante, depois de envelhecer passa a treinar crianças com o Kung-Fu.

Novamente, digo e repito, ela merece a moral que tem. E muito!

E o carinho recebido por ela de seus fãs a transformou num dos ícones da Capcom, e isso posteriormente lhe permitiu participar de pelo menos os crossovers da empresa mais importante, como todos da série Marvel vs Capcom, Marvel vs Street Fighter, X-Men vs. Street Fighter e Tatsunoko vs Capcom e sem esquecer que a Capcom a usou de cara em seu vídeo preview de Street Fighter vs Tekken.

Somente poucos personagens atingem tal grau de popularidade e fama.

10° Lugar - M. Bison


Este é o vilão da série, pelo menos um vilão de verdade. A menos que você leitor considere Seth ou Gill...

Acho que não preciso falar deles pra demonstrar o quanto esses são “vilões” estúpidos.

Mas verdade seja dita, Bison é um senhor vilão, o melhor dos games de luta até o momento no mínimo. E duvido muito que outro substitua tal patamar somente por ele alcançado.

Afinal quando se trata dele, temos que lembrar que ele possui Psycho Power, é terrivelmente cruel, elitista, superpoderoso, além de tratar seus inimigos como vermes e possuir um dedo em todas as organizações globais.

Ele tem dedo na Interpol, Exército, Força Aérea, e tantos outros lugares. A verdade é que o vilão-mor tem tanto domínio que o ideal agora é contar justamente aquilo que ele não tem controle...

... ainda. E se existir!

Mas isso não vem ao caso, afinal de contas Bison é tão mau que simplesmente expurgou de seu corpo toda a sua parte boa (falarei disso adiante), mas isso só prova o quanto ele é foda, afinal com isso ele pode ter mais Psycho Power em seu corpo, dando seus inimigos calafrios somente ao ouvir seu nome e aos jogadores inexperientes que passam horas tentando derrota-los pela primeira vez em jogos como Street Fighter II no arcade ou qualquer versão do Street Fighter Alpha 3.

Outro fator de Bison é o fato de ter pegado várias garotas ao redor do mundo e as transformado em verdadeiras máquinas de combate (e quem sabe até usa-las como bonecas infláveis...), e o fato de ter matado o pai de Chun-Li e Charlie, mas esses são os citados de uma provável lista imensa de eliminados.

E como se não fosse bom o bastante, no anime Street Fighter II Victory, ele foi um vilão e tanto, dando parte da graça ao anime, ou seja, o que era pra ser bom, acabou ficando ainda melhor com detalhes ainda mais elaborados.

9° Lugar – Guy

Esse é outro ninja da série, afinal como eu disse acima, ninjas são sempre muito legais. 
Mas que apesar de tudo, não possui tantas fotos muito legais, e então usei essa do Super Street Fighter IV mesmo, por mais manjada que ela seja...

Guy basicamente surgiu em Final Fight, no primeiro jogo da série, quando era apenas colega de treino de Cody, e o ajudou em busca de sua namorada Jessica, a filha de Mike Hagger, eleito prefeito na época. E de cara já era o melhor personagem da série, de fato.

Não que Haggar não seja legal, muito pelo contrário, todo o desgosto que sentia ao jogar com Zangief em Marvel vs Capcom sumiu quando joguei com Hagger, esse sim é um pesadão legal de se jogar!

O que me faz refletir seriamente em por que a Capcom removeu personagens do Street Fighter como Rolento, Karin, Charlie e simplesmente colocou Hakan e Oni...

Eu sei que é revoltante. Me lembrarei pra sempre disso Capcom.

Mas voltando ao que importa, Guy fica ainda mais legal depois de Street Fighter Alpha, seu jogo de estréia em Street Fighter, e logo no começo de Alpha 3, mostrando o que aconteceu pouquíssimo antes, é relatado que ele terminou seu treinamento derrotando seu mestre, Zeku, e esse lhe passou o título de 39° herdeiro Bushin, sua arte ninja.

E como se não fosse o bastante, seu mestre o encarrega de eliminar o mal supremo que ameaça destruir o mundo, e não é preciso ser muito esperto para saber que se trata de Shadaloo e M. Bison...

E assim ele entra no Street Fighter com propósito de realizar a profecia Bushin, que seu mestre o encarregou de realizar.

E assim o ninja, frio, centrado e sem o menor tormento em sua mente se mostra claramente o melhor ninja da série. Afinal de contas ele o tempo todo se mostra com postura ninja, e Bushin Muso Range é simplesmente formidável. Provas maiores que essas não são necessárias.

8° - Rolento


E como a Capcom deixou bem claro que Final Fight e Street Fighter pertencem ao mesmo universo, nada mais justo que acrescentar ainda mais personagens pro seu jogo de maior porte.

E se já tem Guy, Cody e Maki, por que não um vilão dessa vez ?

É verdade... por que não ?

Então Rolento estreou em Street Fighter Alpha 2, e até mesmo antes de Cody e Maki, mas Rolento é basicamente um dos ex membro dos Red Berets, o que justifica tamanha habilidades e pensamentos militares.

Basicamente surgiu no primeiro Final Fight, na versão arcade, afinal a versão de Super Nintendo não teve nem sua fase e nem ele, devido a uma suposta falta de espaço. E logo na sequencia do jogo, o colocaram, na fase da Itália. Onde eu o conheci e simplesmente o achei o chefe mais legal do jogo.

Se você jogou Final Fight 2 deve se lembrar de quantas granadas ele te jogou, do quanto de porrada ele te deu e dos meros golpes que você o acertava, afinal sua velocidade o permitia sair no meio dos combos...

Tá certo que era meio apelão na época, porém mesmo assim isso nunca estragou o fato de ser muito foda.

Tão foda que logo foi inserido no Street Fighter, e eu quando o vi logo gritei:
“CARALHO, QUE FODA, O ROLENTO NO STREET FIGHTER”.

Sim... de fato, essa é uma história real.

Dando agora um pouco de foco a sua história, Rolento possui ideais militares, e nisso acreditou que a Mad Gear fosse realmente o modo certo para que isso se realizesse, mas quando viu que não valia a pena, simplesmente se entediou e saiu fora.

E depois em Street Fighter Alpha 3 querendo simplesmente a Shadaloo pra ele, como meio de atingir seu objetivo.

Simples e direto, não acham ?

7° Lugar – Dudley


Olha, antes de tudo, quero deixar bem claro que nunca fui muito fã de boxeadores, de um modo geral.

E não, nunca gostei muito do Balrog também...

Enfim, de fato. O que me fez gostar de Dudley é justamente o fato dele fugir dos padrões de boxeadores como brigões, absolutamente sem cérebro, usando roupas rasgadas (somente bermudas), e coisas do tipo que são atribuidos aos boxeadores em jogos, afinal isso se tornou um padrão.

E é exatamente o que não acontece com Dudley, ele é um boxeador podre de rico, que desde novo se interessava pelo boxe, e seu pai nunca o deixara, usando como o motivo sua falta de idade.

Porém, depois que seu pai perdeu sua fortuna, ele já adulto e com experiência em seu esporte preferido, resolveu que novamente viveria uma vida de rico, afinal, uma vez acostumado com o dinheiro, não se pode viver sem ele.

De fato.

Espancando multidões, ele restaura todo seu império monetário, porém ainda lhe falta algumas coisas, como o Jaguar de seu pai. Que foi comprado por Gill em um leilão, provavelmente para motivar o atual campeão inglês de boxe a ir confrontá-lo.

Depois em Street Fighter III – Third Strike, Dudley está no torneio novamente somente para evoluir como lutador e provar a si mesmo que pode melhorar, já em SFIV, Dudley está em busca do Jaguar de seu pai, já que cronologicamente SFIV vem antes de SFIII.

Além de tudo, Dudley é muito honrado, honesto, gentil, cavalheiro além de muito fino, usando smoking verde, camisa branca, gravata borboleta e suas luvas azuis, e como se não fosse o bastante, demonstra um incrível fascínio pela jardinagem. Evento muito bem relatado nos jogos.

Uma coisa interessante que também me faz gostar dele, é o seu aspecto de luta, afinal praticamente todos os lutadores de boxe, tendem a ser muito brutos, com muito mais força que velocidade. Já o adorador de chás em questão parece mesclar muito bem força e velocidade, outro aspecto diferenciado que o torna um de meus favoritos.

6° Lugar – Akuma/Gouki


Bom, esse é um dos personagens mais populares da franquia.

A sua origem chega a ser piada, afinal uma revista americana deu a dica que havia um chefe secreto e que havia mil condições para se enfrenta-lo. E nisso vários viciados queimaram suas fichas e seus dedos jogando feito louco numa chance desesperadora de enfrenta-los.

Mas no final das contas tudo não passou de uma trollada épica da revista, que logo alegou que era brincadeira e tudo mais.

Porém a Capcom gostou da idéia e simplesmente fez um chefe secreto, que surgiu nos fos fliperamas em 1994 no Super Street Fighter II Turbo dos arcades (no Japão conhecido como Super Street Fighter II X – Grand Master Challenge) e dessa vez sim, havia um chefe secreto mega-apelão-chuta-bundas-traumatizador-desgraçado-comedor-de-fichas-super-roubado.

Sim, e esse é somente 10% do apelido carinhoso que os jogadores mais carismáticos davam a ele.

Akuma, irmão de Gouken e pai de Ryu, treinou o Ansatsuken junto com o somente citado Goutetsu, porém sempre lhe foi ensinado que o Satsui no Hadou possui natureza maligna, e não determinado a aceitar isso, Gouken foi embora e criou seu próprio dojo com seu próprio estilo de luta e Akuma abraçou esse poder maligno deixando de lado qualquer lado humano que sobrasse em seu corpo.

Logo depois como prova de superioridade em termos de poder, Akuma voltou ao dojo, o qual abandonou em busca de poder, e simplesmente mata seu mestre com Shun Goku Satsu e lhe toma o seu rosário acreditando ser o verdadeiro mestre do Ansatsuken.

Afinal, todo cara fodão em que matar o próprio mestre, isso é como um sinal de maldade, uma marca registrada que o deixa ainda mais legal.

E depois luta com Gouken, e tudo indica que Gouken venceu na primeira vez, e depois quando se reveram, tudo levava a crer a suposta morte de Gouken, porém em Street Fighter IV vemos totalmente o oposto.

Akuma, que originalmente era somente um chefe apelão, ganhou história e foi encaixado na cronologia, o que demonstra carinho por parte dos fãns ou mera preguiça da Capcom de criar personagens novos, mas de toda forma.

Eu gostei, sempre o achei bem legal, e com sua história achei mais ainda.

E nem venham falando que Akuma é apelão a menos que tenham se esquecido da existência de Shin Akuma ou Oni.

Quando eu lembro do Oni, eu sempre me pergunto:
“ – POR QUE CAPCOM, POR QUE... ?”

...

E eu gosto dos golpes dele mega exagerados em Marvel vs Capcom, sempre achei muito legal mesmo, principalmente o Tatsumaki dele cheio de eletricidade. Sério.

5° Lugar – Rose


Lembra quando falei que Bison tirou de si a parte boa para acumular ainda mais Psycho Power?

Pois bem... essa parte boa reencarnou em ninguém menos que Rose, a italiana de cabelos estranhos e roupa sensual.

Então, originalmente surgiu na série Alpha, e em Alpha 2 ela sentia que deveria exterminar Bison, e com isso em mente foi atrás dele. Porém quando conseguiu e achou que sua missão estava terminada, ela notou que Bison ainda vivia, ela sentia sua presença.

E em seu prólogo do Alpha 3, é deixado bem claro que ela está realmente determinada a extermina-lo, porém é nisso que ela entende, que para que sua metade ruim morra, ela também precisa morrer.

Afinal os dois são uma alma só, como foi relatado no jogo. E com isso em mente, segue seu propósito de forma incansável e até mesmo Guy tentou impedi-la acreditando que não era necessário abdicar sua vida para salvar a Terra do Psycho Driver que Bison construiu.

Rose usa o poder exatamente oposto ao de Bison, naturalmente. Trata-se de Soul Power, que é alimentado de forma também oposta. Lembrando que Psycho Power é alimentado por ódio, violência e coisas do tipo, enquanto o Soul Power segue a linha oposta, e Rose só luta por ser uma real necessidade, ela não demonstra o menor interesse em lutar como Ryu ou Cody.

Isso fez com que eu gostasse muito dela. Ela luta por uma causa realmente nobre, e por uma necessidade que vai muito além de simplesmente sentir a emoção da batalha, dando uma enorme profundidade ao personagem.

E graças a ela, fiquei encucado sobre Street Fighter II, afinal de contas, pela cronologia, SFII vem depois de SFA3 e logo depois seria SFIV, porém, no prólogo de SFIV de Rose é relatado que foi ela quem derrotou Bison na última batalha.

E se tratando de Alpha 3, o final mais coerente é o dela, afinal é o que tem mais história, explicações e revelaçãoes. Levando a crer que depois de SFA3 veio diretamente SFIV.

E isso remete a outro personagem também, porém explicarei isso mais abaixo.

Sem deixar de esquecer, que no final dela em Alpha 3, ela quando estava prestes a morrer, após derrotar o líder da Shadaloo, foi salva rapidamente por Guy, e com isso permitiu que Bison viva mais um pouco, troque de corpo e volte a ser o tormento de muitos que festejavam por sua morte.

Além do fator determinação, e sua história nobre, outro fator que sempre me fez gostar dela são seus golpes e especiais, sempre muito legais e de fato, animadores. Além de ser a primeira personagem a se jogar com estratégia de refletir projéteis.

Sem deixar de mencionar que ela possui o nome de minha progenitora, o que deixa tudo mais legal.

4° Lugar – Sakura


Pois veja bem, essa é a mulher mais legal de Street Fighter.

Ou menina, como preferir...

Mas de fato, eu sempre gostei muito dela, foi a primeira personagem feminina que olhei e achei muito legal de impacto. Por mais que muitos a odeiem.

E não sou tarado por colegiais. Sério.

Bom, sua história começa relativamente desanimadora, mas ela melhora.

Pois bem, Sakura era uma estudante que cronologicamente surgiu em Rival Schools mas isso não vem ao caso. Porém ao assistir Ryu lutando ficou impressionada e passou a admirá-lo feito uma fã putinha. Então ela dá uma olhada em seus golpes, aprende algumas coisas e segue atrás dele feito louca em Alpha 2 na esperança de que ele o treine algum dia. Porém, Ryu alerta a ela que ele ainda tem muito que aprender e não está em posição de ensinar ninguém.

Entretanto, o torneio Street Fighter começa e ela entra, e é agora que o seu foco melhora. Afinal de contas, ela bate de igual pra igual com todos os lutadores, e o que mostra um natural talento de sua parte para as artes marciais, e que ela é muito além de uma novata. Afinal, novatos são sempre zuados e desrespeitados, coisa que não acontece com Sakura em nenhum ponto.

Todos reconhecem seu talento, e até mesmo Ryu se impressiona, afinal ele treinou a vida inteira, e graças a isso luta de igual pra igual com muitos, enquanto Sakura simplesmente aprendeu seus golpes olhando, sem nenhuma teoria sobre ki ou coisas do tipo, e mesmo assim também luta de igual pra igual.

Eu disse que a história dela melhorava. Não disse ?

Ela simplesmente tentou copiar o personagem mais forte de Street Fighter, sem querer criou um estilo próprio, afinal por mais que sejam parecidos não são os mesmos, e de quebra se mostra melhor que o personagem plagiado por ela.

Graaaaande Sakura!

Isso sim é talento.

E todos esses elementos a tornam Sakura a mulher mais legal de Street Fighter. Pra mim, claro.

3° Lugar – Ken Masters


Olha, esse personagem foi importante no meu aprendizado sobre Street Fighter. Claro que personagens como Ryu e Ken são para amadores, mas em todo o caso, Ken marcou parte da minha infância.

Quando eu tinha meus 4 anos e fui jogar Street Fighter, dei uma olhada nos personagens e advinha quem eu mais gostei ?

Sim. Ken Masters, e ele foi por anos meu personagem favorito. Algo que só mudou com o passar dos anos na série Alpha.

E maioria dos meus conhecidos jogava com Ryu e era meio tenso ganhar, afinal o dano do Ryu sempre foi meio tenso, porém a velocidade de Ken sempre me motivava a jogar mais e mais com ele.

E sinceramente, eu sempre preferi velocidade do que força, principalmente em jogos de luta.

Enfim, quando chegou na locadora o Alpha 2 de Super Nintendo, eu fiquei abismado com o jogo de cara fui no integrante da família Masters.

E de cara notei que se passava antes de SF2, afinal, Ken tinha uma postura ainda menos madura, e aparência mais jovem. E foi ae que eu realmente comecei a gostar ainda mais dele.

Uma coisa que sempre me fez gostar dele ainda mais é o elemento fogo presente em seus golpes. Diferente de Ryu que somente tinha o Hadouken, ele tinha o Shoryuken, que é muito mais legal. Com certeza.

E depois quando fui ler sua história, notei que era simples, porém ela funcionava.

Afinal, seu pai com medo de Ken se tornar um maníaco das raves, que vive fritando curtindo psy, usando êxtase e bebendo água mineral feito louco teve a brilhante idéia de lhe mandar pra Gouken lhe ensinar artes marciais e com isso ver seu filho se tornar um homem digno. E assim foi feito.

Ken aprendeu o que significa humildade e apesar de todo seu dinheiro se tornou alguém realmente humilde, porém ainda engraçado.

Outro fator bacana é o fato de ter alterado um pouco seu estilo de luta.

Como eu disse acima, ele removeu parte da força e aplicou em velocidade. Algo notável em seus golpes, e até mesmo lhe resultou em Gouken em SFIV lhe falando que precisa ser menos agressivo em seus golpes.

Apesar de tudo, quando voltou aos EUA, venceu inúmeros campeonatos e se tornou o homem mais forte de seu país de origem. E depois dos acontecimentos de SFII Ken se casa com uma loira lindíssima, Eliza.

Como se o fato de ser multimilionário não fosse bom o bastante.        

E em Street Fighter IV  não tem muito historia atribuída a ele, só o fato de Rufus se nomear rival de Ken e o nascimento de seu filho, Mel, e em Street Fighter III ele ensinas eu filho alguns golpes básicos e até mesmo se torna mestre de Sean, por insistência da parte do aluno.

E Ken se mostra um péssimo mestre e ao mesmo tempo um excelente trollador. Como você pode conferir no final de Sean em SFIII New Generation ou Second Impact.
2° Lugar – Yun


Aaaah, o Kung-Fu, ele sempre ajuda, muito mesmo. Sempre deixando seus personagens ainda mais legais.

E de fato, praticamente todos os personagens que são adeptos do Kung-Fu tendem a ser muito fodas, quando não são por aparência, são por golpes.

E no caso de Yun, ele ganha nas duas formas.

Afinal ele tem vestimentas bem apropriadas do Kung-Fu chinês e tem golpes super legais.

Yun surgiu originalmente em Street Fighter III, e sua história era nada além de provar que o Kung-Fu é o melhor estilo de combate, ao lado disso havia seu irmão Yang, que compartilhava da mesma idéia.

Já em SFIV:AE, eles seguem Chun-Li, afirmando que o inimigo que faz a chinesa sair de sua aposentadoria para combatê-lo é um oponente formidável. Seguindo essa lógica, ele e seu irmão saem repentinamente para o torneio Street Fighter, o que deixa suas namoradas e familiares não muito felizes, como podemos ver no final de Yun em SSFIV:AE (e de quebra a trollada de Yang).

Bom, eu também disse acima que a confusa historia de SF, leva a crer que do Alpha 3 tudo foi direto pro SFIV, afinal, como eu disse, Rose derrotou Bison e isso não é sequer mostrado em SFII.

E o mesmo problema acontece com Yun. Afinal ele está presente em Street Fighter Alpha 3 MAX de PSP, e se levarmos a história ao pé da letra, Yun em Alpha 3 seria uma criança. Mas o simples fato do prólogo de Rose mostrar que foi ela quem derrotou Bison da útilma vez, e isso somente acontecem em Alpha 3, então teria mais lógica o fato de Yun estar na série Alpha, porém com ainda menos idade e provavelmente com treinamento incompleto. O que justificaria alguns golpes diferentes e etc.

Além de que, Yun em Alpha 3 MAX, descobre que seu ídolo, o famoso ator FeiLong, está metido com a Shadaloo, e decide investi-lo por conta própria, e no mesmo caminho, sonha em fazer um filme de lutas como seu ídolo se tornando um astro.

Sonho de adolescente, de fato.

Mas isso não tira a graça de Yun, principalmente quando se trata de um lutador de Kung-Fu que vive é apaixonado pela luta e vive fazendo piadinhas, e apesar de ser mais velho, adota uma postura muito brincalhona, e isso faz com que Yang pareça ter mais idade, devido a sua postura séria e arrogante.

1 ° Lugar – Charlie/Nash


Bom, eis o meu personagem favorito da série.

Por anos eu sempre gostei dele, porém só depois passei a acha-lo de fato o mais foda.

Afinal de contas, quando a força aérea tava sobre o controle da Shadaloo, foi o Primeiro-Tenente Charlie que percebeu e saiu em busca de respostas. Ele notou isso enquanto investigava o tráfico de drogas, e ainda montou uma equipe de elite na qual fazia parte, e tinha como objetivo colocar fim na corrupção do exército e aplicar uma boa sentença ao culpado.

E advinhe quem era o cara por trás de tudo ? Não preciso dizer... certo ?

O mesmo acontece com Chun-Li que ao notar o controle de Bison sobre a Interpol, decidiu agir da mesma forma.

O homem de roupas vermelhas ao ver que Charlie se aproximava, mandou Cammy para exterminá-lo, e quando esta perdeu a batalha, notou símbolo da Shadaloo em seu uniforme, além de que seu corpo era geneticamente fortalecido e quando notou sua incrível fidelidade falando o nome “Master Bison”, o tenente fica furioso ao ver o ato desumano e parte pra cima de Bison.

Charlie é do tipo desafiador, arrogante e extremamente provocador, tanto ao chegar em batalha, quanto nas vitórias. E isso é parte dos motivos pelo qual gosto dele.


Gosto também de suas frases de vitória como:

“Inadequações táticas identificadas, então precisa renovar sua estratégia”
“Se você não tiver a habilidade necessária, você pode ganha-los pela experiência”
“Minha conclusão: Suas chances de me vencer em uma revanche são menores que 5%”
“Se você não aprendeu nada com nossa luta, você não tem esperança”

...

Voltando ao foco.

Quando notaram que Charlie sumiu, mandaram Guile atrás dele, eis o motivo de sua aparição na série Alpha. E sem entender o motivo de sua ordem, Guile somente a cumpre, e depois que Charlie o explica o ocorrido, ambos lutam contra M.Bison (na história de Guile).

Charlie além de ser o melhor amigo de Guile, foi seu mentor e o ensinou alguns golpes, o que resulta num estilo de luta semelhante, mas porém padrão de seu estilo marcial militar.

Porém, como em SFII, Guile está procurando Bison por vingança, devido a morte de seu melhor amigo, não é necessário advinhar o que houve com Charlie, certo?

Ele morre em seus finais nos dois primeiros jogos da série Alpha, porém em Alpha 3 ele sobrevive em seu próprio final, que é um dos melhores finais do jogo, porém morre no final de Guile. E tudo indica que esse seja o seu verdadeiro destino. Onde Charlie fica pra trás na tentativa de destruir o Psycho Driver junto com Bison e convence Guile a fugir no processo. Mesmo que seja inútil, mas apesar de destruir o Psycho Drive, Charlie acaba morrendo na explosão, e Bison sobrevive no processo...

Porém seu corpo não foi encontrado, e essa é a faísca de esperança que conforta seu amigo, e o faz procurar por Charlie ao redor do mundo, largando até mesmo família e amigos pra trás como motivação de seu objetivo, dizendo que ainda confia nas habilidades dele.

E além da série Street Fighter, Charlie aparece como personagem jogável em X-Men vs Street Fighter, e em seu final é pego por Bison e é alvo de experimentos terríveis, e em Marvel vs Street Fighter, ele volta como “Shadow”, uma versão dele totalmente possuído pelo Psycho Power. E em Marvel vs Capcom aparece como mero partner e no segundo jogo da série ele aparece de forma normal novamente.

E como se não fosse o bastante, aparece como um dos principais do jogo Cannon Spike do Dreamcast ao lado de Cammy. O jogo ainda lhe dá novas roupas e um par de patins, esse útlimo acessório acho dispensável, mas tudo bem, se trata de um jogo Run’n’Gun e não de um jogo de luta, então eu faço vista grossa...

Porém, a morte de Charlie é nada além de um gancho pra Capcom, caso ela novamente queira o colocar de novo na série, assim eu espero, pois é meu personagem favorito que está em jogo oras, mas... Quando vi que Gouken estava vivo, sendo que cronoligicamente ele deveria estar morto, fiquei esperançoso em quem sabe um dia a Capcom possa retorná-lo a série.


Menções Honrosas:

Karin


Esta é uma personagem que é interessante, afinal, ela veio de uma história em quadrinhos, e por acaso entrou em Street Fighter Alpha 3.

No jogo, ela é uma autodeclarada rival de Sakura, afinal esta foi a única pessoa a derrotá-la. Levando em conta que Karin tem o lema da sua família a seguir: “Seja o vencedor de todas as coisas”.

Ou seja, novamente Sakura surpreendendo, afinal Karin treinou boa parte de sua vida, enquanto Sakura aprendeu do nada e ainda surrou uma milionária.

Eu disse, né ?

Karin domina a arte marcial “Kanzuki-ryu kakutōjutsu”, muito diferente e fora do padrão, diga-se de passagem. Arte praticamente somente por membros de sua família. E além de tudo compartilha o mesmo comportamento típico dela, como arrogância e desprezo, chamando todos ao seu redor de comuns e coisas do tipo.

Porém, mesmo na sua história ou na de Sakura, independente de sua vitória, ela admite que Sakura é melhor e disse que precisa aprender, e que o treino que ela teve com intuito de derrotar a fã de Ryu não foi o bastante, e aprende que a emoção de lutar é mais importante que a vitória.

Sodom


Bom, originalmente era um dos chefões da Mag Gear, em um passado distante, onde espancar as ruas de Metro City era algo comum e sair batendo em quem aparecesse com espadas (que era o caso dele) era mais anda.

Sodom em Final Fight não era muito profundo, só dava pra ver que era um cara usando roupas e armas japonesas, porém ao entrar no Street Fighter, ganhou história e enredo bacana.

Outro fator considerável é o seu fascínio pela cultura japonesa, que somente é relatado em Street Fighter, Sodom é tão fã, que se considera japonês. Porém, na época da Mad Gear, ele acreditava que aquilo poderia ser um gatilho para a mudança, mas não ocorreu e depois decidiu seguir seu caminho sozinho.

Viu como até o fanatismo em Street Fighter é bacana?

Além de tudo, ele tem certo confronto com Rolento, seu ex parceiro de gangue, e alega que ele fugiu dos ideais militares, enquanto Rolento afirma que somente busca uma forma mais sofisticada de alcançar seu objetivo.

Nesse processo, tanto em seu final, quanto no de Rolento, Sodom vê que seu amigo ainda buscava os seus ideais antigos e resolvem suas diferenças e partem em sua jornada juntos na busca por uma nação utópica.

Sodom chega a se tornar relativamente cômico caso entenda seu propósito. Além de ser muito original.

Fato inegável.

Rufus


Bom, eu disse acima que o Kung-Fu tem a capacidade de salvar um personagem.

E Rufus é a prova viva disso, afinal, ele foi feito com intuito de ser cômico, afinal ele é um gordo ridículo, com uma trança ridícula, com bigode ridículo, e com roupa ridícula, e tagarela.

O fato dele ser um motoqueiro alivia um pouco a barra, porém não seria o bastante pra deixá-lo legal o bastante.

Mas é agora que o Kung-Fu entra, e ele domina essa arte muito bem pelo visto, o que de fato o torna um personagem legal, cômico e que espanca geral usando arte oriental.

Não é demais ? Ele é naturalmente melhor que personagens cômicos como o Dan.

E se o Hakan não foi feito pra ser cômico, mostra de fato que alguns integrantes da Capcom usam drogas e sequer se preocupam em camuflar isso...

Um detalhe bacana, é que suas frases de vitória são gigantes, o que prova que ao vencer ele faz um discurso gigante, mostrando o quanto é espalhafatoso. E além de tudo, caso você jogue com Dhalsim, Rufus será o rival, e é muito hilário, principalmente quando pergunta se o indiano é um alien, você pode conferir aqui e confirmar o que digo.

Ele é basicamente um americano que se considera o melhor lutador dos Estados Unidos, porém esse título é de Ken Masters.

Tendo isso em mente, ele considera Ken seu rival automaticamente.

Com isso tudo, Rufus é de longe o melhor personagem novo de Street Fighter IV em meu ponto de vista.

Dhalsim


O famoso homenzinho de borracha...

...pelo menos era assim como o povo na época dos fliperamas o chamavam, eu nunca o chamei assim, por que Dhalsim era um nome muito original pra se trocar por um apelido imbecil desses.

Mas de fato, eu demorei anos pra começar a gostar dele, e um dos motivos eram simples.

Eu não conseguia jogar com ele, mas naquela época poucos conseguiam essa proeza, mas o indiano vai muito além disso.

Trata-se de um cara, que aprendeu a doutrina do Yoga, e usa-a de forma sábia, para defender seu povo e é um nato pacifista, tanto que luta para obter dinheiro para seu povo, e no Alpha 2, ele faz exatamente isso, e somente em Alpha 3, quando Bison emana seu Psycho Power, ele se sente atraído e decide eliminar a energia maligna proeminente.

Seus poderes são derivados de Yoga e misticismo, esticando seus membros, usando teleporte, e ainda como se não fosse bom o bastante, faz leitura de mentes, como mostra em sua história de Alpha 3 ao ler a mente de Rose, que estava obstinada a derrotar Bison mesmo que isso custasse sua vida.

E seu fogo, é nada além de uma mera ilusão, porém quando o oponente acredita que o fogo o acerta, ele sofre o dano psicológico.

O que o torna ainda mais legal. Mas eu demorei muito pra gostar de Dhalsim, a verdade é que tem pouco tempo, e além da jogabilidade, sua história é nobre e me faz ter ainda mais simpatia por ele.

Q 


Antes de tudo vamos agradecer ao personagem mais misterioso da franquia por ter matado Gill nessa linda ilustração. Afinal tudo que tem a morte de Gill é mais bela e pura arte.

Mas falar de Q é complicado, afinal ele é o único personagem de Street Fighter sem absolutamente história alguma.

Bom, o que se sabe é que ele surgiu no Third Strike, e que é nada além de um plágio de Questão, da DC.

Bom, a parte do plágio eu não sei, mas é a primeira imagem que me vem a mente sempre que lembro dele, e convenhamos que o cara ter o "nome" com somente a letra Q ajuda muito nisso.

O que se descobre em seu final, é que muitos assassinatos estão acontecendo ao redor do globo, e alguns dos locais mostra Q de forma um tanto suspeita, caso queira conferir, pode fazer isso agora. E graças a isso, a CIA está atrás dele, sem muito sucesso aparentemente.

Entretanto seus golpes são muito legais, os especiais também. E possui um senhor soco no estômago, do qual prefiro morrer sem imaginar como seria a sensação.

Mas, sua identidade é um mistério, e muito perdem tempo cogitando em quem poderia ser. Mas eu acredito que seja o mesmo caso de Charlie, nada além de um mero gancho, para que possa usa-lo depois em outro jogo da série. 

E sinceramente. Como na cronologia, SFIII vem depois de SFIV...

... me pergunto se ele poderia ser alguém como Seth, ou personagens do primeiro jogo da série, sei lá.

Mas isso é um debate infinito, do qual saberemos a resposta um dia... ou não.


Fei Long


Na verdade eis um personagem que se dependesse de Street Fighter II eu jamais gostaria dele.

Afinal de contas, não tinha roteiro aquela merda,  e o sprite dele não ajudava em nada, porém os golpes deles são legais desde lá.

Confesso que somente ter golpes legais nem sempre ajuda, mas o cara luta Kung Fu, então fica difícil ignora-lo.

Porém, gosto dele também a pouco tempo, principalmente por causa do Street Fighter Alpha 3, onde mostra claramente que ele é um ator que foi descoberto por um diretor nas ruas de Hong Kong.

Quando descobre sobre Psycho Drive se infiltra dentro da organização do Bison e claramente é bem aceito, afinal de contas a força de um lutador de Kung Fu nunca será questionada. Tanto que Yun no mesmo jogo vai atrás dele acreditando que de fato ele tinha se corrompido. Porém esse fato de se infiltrar somente ocorre se zerar com Yun.

Sua personalidade é de um lutador sério e calmo, absolutamente frio e calculista em suas ações. Mesmo que os gritos dele nos enganem dando a impressão de cara histérico às vezes.

E mesmo que a história dele em Street Fighter IV seja uma bosta lançada com canhão, o visual do PlayStation 3 fez super bem pra ele, deixando ele ainda mais legal.

Bom, mesmo ele sendo mais uma das milhões de homenagens à Bruce Lee, no meu ponto de vista ele é o melhor dos genéricos pra esse padrão. E olha que em jogos de luta tem muitos mesmo. Porém, personagens legais como Law até se destacam mas não tem golpes com a perna pegando fogo né.

Ou seja, o leve exagero incrementado no chinês fez toda a diferença.

Yang


Os irmãos Lee são de fato super legais, Yang, como parece extremamente óbvio é irmão de Yun. Porém, não se sabe ao certo se são gêmeos ou não, e tudo indica que são gêmeos porém Yun nasceu primeiro, e mesmo que isso fizesse diferença... não mudaria absolutamente nada no jogo.

Porém, mesmo Yang sendo tido como mais novo, a impressão como eu já disse na parte do Yun é completamente oposta, dando a entender que ele seria o mais velho.

Yang é mais maduro, centrado, frio e completamente arrogante.

Características que deixam ele simplesmente foda.

Se tratando de roteiro, os irmãos querem somente mostrar ao mundo que o Kung-Fu é invencível. Alguem duvida ?

A graça jogando com os dois irmãos é que lutam com a mesma pose de comabte porém com golpes totalmente diferentes.

Boa Capcom. Nada de repetições como com os shotokan. Originalidade sempre.

Os golpes cortantes de Yang e seu modo pouco fácil de dominar também ajudam a gostar dele.

E sinceramente, Raishin Mahaken é o MELHOR Ultra de todos os tempos se tratando de Super Street Fighter IV.

32 comentários:

Dona do Blog disse...

Muito legal a postagem do blog! Meu personagem preferido é o Vega ahahaha que aqui ficou em 15° caramba...
Vou terminar de ler tim-tim por tim-tim agora... =D

zig disse...

apesar de não gostar muito de jogos de luta gosto muito da Chun-Li! curti muito a postagem XD!

Scariel disse...

Karin nem entrou no top 20?!
Pelo menos tem o Alex.

juninho-ad disse...

Valew Zig.

E sim Phill, apesar de não ter entrado, ela ganhou como membra a não ser deixada de lado, ela é bem legal, de fato.

Mas sobre o Alex, é como eu falei, o único wresteler que eu gosto em jogos de luta até agora!

Higor disse...

Cara, ficou foda a postagem. Parabéns. Nunca fui muito muito de jogar games assim. Eu no caso só jogava com a Chun-Li. Sei lá porque, costume talvez.

juninho-ad disse...

Poxa Higor, e justo a Chun-Li que é bem complicada de jogar haha

Scariel disse...

Aqui quem fala é o Dipaula:
Muito boa a postagem, sua melhor até agora.

Obs: Kabuki não é o nome de Sodom, é um tipo de espetáculo teatral japonês. Corrija.

juninho-ad disse...

Valeu pela dica, se você não me indicasse que Kabuki é o teatro japonês eu ainda acharia que esse é o nome dele...

Mas enfim, ta corrigido xD

Bia Chun-li disse...

Boa a lista. ^^

Algumas coisas já te falei por msn. Mas acho que faltou a Juri... Ela é tão legal!!!! *_*

Anônimo disse...

Awesome...very good selection of characters =3....I can't reply in Brazilian but understood it all =3

Bruno Müller disse...

Humm, otimo post cara, embora eu nao concorde muito, mas td bem, hehe. Meus personagens favoritos são Bison, Cammy e Ken. Conheci seu blog agora e achei muito legal! Tô seguindo já. Tb tenho um blog, se quiser dá uma passada lá. Absss

http://prunosland.blogspot.com/

juninho-ad disse...

O legal de montar listar é justamente divulgar opinião e conhecer novas, Bison, Cammy e Ken são personagens muito fodas de fato.

Mas Obrigado pela força. Certamente darei uma passada no seu blog depois

^^

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Gostei da forma como você conduziu a sua postagem. Bem pessoal e sem influências. Desta forma, dá pra se encontrar defeitos e qualidades sobre um mesmo personangem que muitos curtem (como o Ryu por exemplo). Ryu sempre foi o meu favorito, mas acho que a Karin vem tirando o posto de dele no primeiro lugar do Ranking. Ela tem muitas qualidades que dá pra se explorar no improviso.

juninho-ad disse...

Sim, de fato, a Karin sempre me chamou atenção de forma pouco diferente dos outros. Penso exatamente o mesmo, mas como você viu, curto muitos outros acima.

E que bom que gostou cara, fico satisfeito em saber que o povo tem curtido :D


Somersault... JUSTICE!!! o//

Suéliton disse...

Legal o seu blog mais gostaria de saber se na pratica vc é capaz de vencer alguém rs alguém bem forte tipo eu que não sei o que é a derrota ainda.

almir "Coronel Guile" disse...

gostei do blog.. parabens juninho... vou ate guardar o asunto do Charlie...

Brunninho disse...

Muito bom gostei do tópico. Os personagens que eu mais gosto, sempre gostei, é o Ken e o Akuma.

Andre Felipe Montibeller disse...

Meu personagem favorito é o Guy, acho que além da personalidade reservada e séria, a aparência dele é muito legal, princialmente os tênis da Nike.

Danilo disse...

parabéns pelo post
:D
adoro SF e fico feliz em ver alguém escrevendo tão bem sobre a franquia

abraço

Anônimo disse...

Senti falta da juri

PedroxD disse...

Eu gostei muito desse seu TOP 20, concordo plenamente sobre a Sakura!
Só achei que Ryu deveria ficar mais na frente... Mas Parabéns ^^

Anônimo disse...

Eu discordo da lista, o Ryu deveria estar entre os primeiros. Ele é o meu personagem favorito de Street Fighter. Eu detesto ter de lutar contra ele quando estou jogando com outro personagem, como o Ken, por exemplo.

david sobral disse...

o melhor de todos soul akuma o meio o pisa na cabeca do advesarios em 2 luga vem sagtat robo

Bruno lurian disse...

Gostei da Lista !
muito boa, mudaria pouquissimas coisas KKK'...

Mais uma correção, na Biografia de Sagat fala que ele se conteu a lutar com seu dicipulo, ele nao usou toda a força ! Tecnicamente oq vc colocou nao e valido por falar q adon provou ser mais forte !

Miguel disse...

Assim como você Charlie é o meu personagem predileto depois vem o Guy e os demais.

rafa disse...

foda a lista

Saul Goodman disse...

Parabéns pela bela postagem e pela forma como explicou a historia dos personagens. Não seria uma lista feita por mim, mas, mesmo assim, ficou show!

Andrea Cavalcante disse...

Para mir e
1 ryu
2 cammy
3 chun li
4 rose
5 m bison
6 fei long
7 dee jay
8 t.wank
9 sakura
10 Cody
11 r. Mika
12 karin
13 juni
14 juli
15 blanka
16 vega
17 sagat
18 balrog
19 dhalsim
20 zangief

Angel Rachel disse...

Seasonbet77
agen judi
agen bola
judi bola
agen sbobet
agen bola online
agen bola terpercaya
agen casino
ibcbet online
agen judi sbobet
agen judi ibcbet
agen bola ibcbet
agen judi online
agen casino online
judi online
agen judi terpercaya
agen sbobet terpercaya
bola online
agen bola sbobet
promo bonus
prediksi skor
agen ibcbet
agen 338a
agen 1scasino
agen asiapoker77
Prediksi Skor Polandia vs Republik Irlandia 12 Oktober 2015

alexansouza souza disse...

Sabe de nada inocente. kkk

João Paulo Alves disse...

Ficou fida a postagem.Mas discordo totalmente com a posição de Akuma, Ryu e kan o primeiro dominou o Satsui no Hadou quem mais fez isso?? Ryu nem se fala é o personagem principal na maioria das franquias um adversário a altura de Akuma, embora mais fraco, Ken fica com o 3° mesmo pois é rápido e tem um estilo de luta lindo que dá gosto de se ver sem falar que é conhecido como O punho assassino o que o deixa ainda mais maneiro. Bem tirando isso sua postagem ficou top. Parabéns!

Juninho! disse...

Olha, até entendo e concordo com tudo que diz, mas o Ryu além de ser um estereótipo manjado que funciona bem, tem muitos mais interessantes que ele no SF de modo geral.

E ele não é protagonista no SF III e V, no III é o Alex e no V é o Rashid xD