16 de julho de 2014

Remastereds... A Moda Preguiçosa da Vez.

Pois é... Você já deve ter ouvido falar em alguns jogos remastereds por aí, correto?

Bom, tempos atrás, no lançamento do PS4, eu fiquei abismado com tudo que eu vi, não graficamente porque gráfico não me impressiona faz muito tempo.

Inicialmente com a chegada da nova geração, fiquei perplexo com o que o Xbox One tentou fazer de implantar DRM (aquelas travas chatas) em jogos que só poderiam ser seus, ou seja, se você tentasse vender os jogos, já era.

Com base nisso, a Sony muito esperta, fez um belo marketing por cima disso e saiu disparado nas vendas do console da oitava geração mesmo tendo praticamente perdido na geração anterior, ela igualou as coisas no final mas por MUITO tempo ela saiu perdendo.

Ok, até aí tudo bem, com isso, a Sony ainda pegou o apoio dos desenvolvedores indie e lançou a ideia de ter muitos indies em sua biblioteca, isso é ótimo, vários jogos excelentes como Hotline Miami saíram um atrás do outro, sem falar em outros como Lone Survivor ou Skullgirls. Todos no PS3 e um caminhão deles no PS4.

Com tanta coisa assim, o que poderia dar errado pra Sony?

Uma ideia muito tosca... Chamada Remastered.

Acontece que em 2012 fomos apresentados à um dos melhores jogos da sétima geração, o reboot de Tomb Raider.

A Lara era muito feia no PS3, claro que ela precisava ter a cara remasterizada

Como eu vi no Alvanista, a seguinte frase:

"O culpado disso é o 720p, que faz muito mal aos olhos."

Ironicamente, claro.

Sinceramente, eu me pergunto, existia MESMO a necessidade de relançar um jogo de 2013 em 2014 com gráficos melhorados?

Me diz, a diferença existe? Sim. Em alguns casos, mas olhem bem esse aqui:


Deu pra ver com a mesma clareza da Lara Croft a diferença ou foi necessário abrir a imagem? E mesmo que desse logo de cara, qual a necessidade de relançar um jogo recém feito com gráficos melhores e olha que nem tão melhores assim como no caso do Dynasty Warriors 8 Xtreme Legends.

Foi aí que a Sony começou a anunciar que The Last of Us teria um remastered... Sim, siiiiiiiim... Você sabe né... Aquele jogo que se não tem o melhor gráfico do PS3, está provavelmente ao lado dos 3 melhores tal como Beyond Two Souls e algum outro que eu não me lembre.

Não, The Last of Us não é um jogo ruim, nem mediano, ele é MUITO acima da média, ele é dos poucos jogos que a gente pode falar que é perfeito da cabeça aos pés, a OST é foda, os personagens são foda, a trama é foda, o desenvolvimento do enredo é foda, a conclusão é foda, a profundidade do jogo é absolutamente marcante e o gráfico é impressionante, mas eu digo impressionante não por ser meramente bonito e sim por ser bem feito, tendo expressões faciais que eu antes só tinha visto tão absurdamente bem feitas em Silent Hill 3, que grita capricho nas faces de seus personagens.



O que acontece é que isso é uma tática suja, sim, SUJA! Pra justificar a falta de exclusivos de peso no console no momento, um remastered sai caro mas dá pra fazer agora, rapidinho, tal como Tomb Raider, e se essa moda pega...

...pera, JÁ PEGOU!!!!

Jogos como DmC: Devil May Cry, e a trilogia Uncharted são os próximos cotados pra isso, e eu te pergunto, são jogos minimamente feios? Não! Não são! Nem de longe, Uncharted: Drake's Fortune eu recém comprei pro PS3 e ele é um jogo de 2007 e ainda é deveras impressionantes, tal capricho dos cenários e personagens é assustador, ele definitivamente NÃO precisa de um remastered.

Eu falei mal da Sony quanto à isso, porque ela ta pegando a esmagadora maioria dos seus jogos e lançando remastereds por conta de falta de jogos AAA, apesar de Tomb Raider e DmC serem multiplataforma, mas Sony já fez com The Last of Us, com uma diferença nem tão grande assim, pretende fazer com Uncharted e já se fala em God of War.

Honestamente... A diferença em The Last of Us nem é tão grande.

God of War no PS3 já tinha "problemas", o 1 e 2 não eram HD e sim esticados, os de PSP mais ainda, tanto é você jogador tem que esticar ele na tela, e ainda assim são jogos bonitos, mesmo os de PSP considerando suas épocas e suas limitações de consoles, e o que virá agora?

God of War 1 e 2 com reais HD, os de PSP refeitos do zero em HD e o III e Ascension em Full HD todos em 60 FPS, como se REALMENTE precisasse....

Xbox One ao menos, ta focando em jogo novo, a conferência deles na E3 foi a mais incrível de todas, a que abordou mais coisas ao invés de só TV como eu e todos imaginavam, afinal de contas, a impressão que eles deram em 2013 era de mais TV e menos jogos, mas eles estão fazendo justamente o contrário, anunciando novos e exclusivos um atrás do outro.

Entre eles Sunset Overdrive, que de longe foi o que mais me surpreendeu em toda a E3.

Tá certo que eles anunciaram Halo Master Chief Collection, mas pensem bem, o 1 foi feito remake 10 anos depois, e o 2 nem mexeram, tal como 3 e 4, e SÓ AGORA, vão relançar um pacote com tudo em homenagem a sei lá quantos anos da série.

"Que gráfico feio e antigo, vamos remasterizar, afinal ele é de 2007 né..."

Antes que me xinguem, eu não sou "sonysta" e nem "caixista", essa guerra de "ista" é uma bobagem e eu tenho um PS3 e um Xbox 360 dentro da minha casa e tô rindo à toa enquanto esse povo briga por conta de "qual exclusivo é melhor", eu particularmente prefiro os da Sony, mas eu jamais pagaria pelo mesmo jogo num prazo de 1 ano pra jogar em outra plataforma só pelo gráfico melhorado...

Bons exemplos de versão em HD são Tales of Symphonia, Devil May Cry HD Trilogy ou Metal Gear Solid: The Legacy, são jogos comemorativos, jogos que construíram um legado e foram relançados praticamente num intervalo gigante, os dois primeiros citados com praticamente 10 anos de um pro outro. E Metal Gear Solid é uma franquia absurdamente sólida (ba dum tss) e essa edição é comemorativa de 25 anos contendo todos os lançamentos desde os de MSX até o MGS4 Guns of Patriots do PS3 de 2008.

Sentiram o peso da diferença?

E tem mais, de todos os jogos HD que eu vi na minha frente, os MGS2 e MGS3 são de LONGE os mais impressionantes que já vi, eles realmente me deram a impressão de um jogo em HD ao invés de algo que foi meramente esticado ou levemente melhorado. Assim como o PeaceWalker que no PSP já assustava de tão bonito e no PS3 está ainda melhor e mais bonito. Isso é capricho!

Counter-Terrorists Wins.

Falando ainda em Metal Gear, usando o polêmico Ground Zeroes como exemplo, ele foi lançado em 2 gerações simultaneamente, e o mesmo acontecerá com The Phantom Pain, ou seja, serão lançados e compra quem quiser pra geração que quiser.

Isso de "ah, você só compra o remastered se quiser" é uma idiotice, porque vai jogar o MESMO jogo com 1 ano de diferença e gráfico melhor, e dessa vez não, você que decide, se você tem 360 e One, e acha que vale a pena pagar uma diferença maior pra ter uma experiência áudio-visual melhor, ok, você tem esse direito, mas se prefere jogar só pelo enredo e pegar a versão mais em conta por isso, ela não será feia, não atrapalhará em nada na sua jogatina, logo você também não será prejudicado.

A diferença existe mas dessa vez é opcional pelo menos.

É disso que eu to falando, jogar o mesmo jogo com 1 ano de diferença, e tem mais, COM PREÇO DE JOGO NOVO! É um absurdo!

Táticas de jogos antigos lançados digitalmente foram uma super moda que deu certo, eu citei e ainda tem outros como Jojo's Bizarre Adventure HD, Resident Evil 4 HD (muito lindo por sinal, nossa mãe), Street Fighter III Third Strike - Online Edition, Strider (remake) e demais jogos dos mais variados estilos, foram relançados em HD, com filtro bonito e modo online, porém por módicos e camaradas 15 ou 20 doletas, ou seja, jogos digitais, são jogos bons, lançados à um tempo considerável, com um belo remake/remastered e num preço justo.

Os caras querem empurrar tais jogos que são do ano passado ou com intervalo de tempo absurdamente minúsculo com o mesmo preço, e eu ainda vejo gente falando que paga. E não é só por ser físico, o digital ta custando o mesmo preço do jogo quando lançado digitalmente ano passado.

Seria essa a geração reciclagem? Porque não há a menor necessidade de relançar jogos assim com o mesmo preço. Por que não um jogo antigo totalmente feito do zero? Ou então por que não retrocompatibilidade?

Amplie a imagem, esse é o tipo de diferença que gostamos num remastered.

É mais fácil estuprar os fãs, os compradores, ou seja, todos nós que compramos e alavancamos depois de muito tempo a indústria gamer, se colaborarmos com isso, estaremos dando um passo pra trás, regredindo o que demoramos tempos pra construir. Eu mesmo só pago jogos originais do meu PS3, o resto é desbloqueado, não nego, mas já gastei muito no PS3 e não me arrependo, e se eu pudesse ter tudo original, obviamente eu teria, mas videogame no Brasil já é artigo de luxo faz anos e não é novidade pra ninguém.

E ironicamente, muita gente que é sonysta e caixista, ficava (e ainda fica) metendo pau falando que os jogos do Mario são todos iguais, que Zelda nunca muda (o que é uma mentira, 5 minutos de cada jogo é mais do que suficiente pra ver suas diferenças...) acha o máximo jogar o mesmo jogo do ano passado, que só tem gráfico melhor, e ele é a mesma coisa do ano passado. ATÉ O PREÇO É O MESMO DO ANO PASSADO!

Olha que gênios.

Não são modelos exemplares de inteligência?

O problema maior, é justamente isso, o povo apoia a mudança gráfica e não entende que por trás disso existe só uma manobra suja de vendas. Tá certo que uma empresa quer é vender e se é legal não é "sujo", mas eu uso o termo porque poderiam ter vários recursos pra respeitar aqueles que os acompanham faz tempos.

Se querem The Last of Us, fizessem um Game of the Year pro PS3 e mandassem ver numa versão digital pra Vita ou PS4 ou ambos. O ideal é que essa mudança gráfica pra justificar um jogo novo com o mesmo valor é absurdo.

Beyond Two Souls... Ainda não teve seu anúncio de Remastered, MAS ELE PRECISA? Já é quase um filme...

O Vita no começo era um PS3 de bolso, demoraram anos pra perceber que estavam indo pro caminho errado e agora começam a se alavancar com jogos bem típicos do público que joga em portátil como mais RPG's e jogos de aventura e o mesmo vale pro Wii U, que começou como uma ideia horrenda de disputar com smartphones e coisas do tipo mas agora vem subindo rapidamente no mercado à custa de jogos exclusivos e NOVOS, totalmente NOVOS.

Bayonetta 2, Mario Kart 8, Super Luigi Bros U e demais jogos tem sido excelentes motivos pra se comprar um Wii U além de jogos multiplataforma já lançados como Ninja Gaiden 3 Razor's Edge ou Deus EX Human Revolution - Director's Cut.

Isso que as empresas vem adotando é marketing, e o que a Sony tem feito só é ainda pior, porque agora que tem o console mais poderoso do momento, abusa de PREGUIÇA pra fazer jogos novos e se aproveita de jogos "antigos" de um ano pra poder tentar arrecadar mais lucros alegando que o motivo é que 50% das pessoas que tem um PS4 vieram de um console que não era PS3 na anterior...

...mas ao meu ver... isso é um modo de chamar a todos os consumidores de burros e fúteis, por comprar o mesmo jogo por gráficos melhores ou leves adicionais como DLC's multiplayer ou UMA DLC de história como no caso do The Last of Us alegando que isso é o suficiente, mas na verdade só estão dizendo a todo instante o quanto as pessoas estão dispostas a pagar pelo mesmo jogo duas vezes ou pagar por um jogo "refeito" num console novo sendo que se o console é novo, os jogos não deveriam ser novos também?

Sony e demais empresas envolvidas estão é merecendo o selo Capcom de qualidade... Isso sim.

6 comentários:

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

"A Lara era muito feia no PS3, claro que ela precisava ter a cara remasterizada"

é, muito feia realmente Junin...(empresas, vai entender) tipo. não apenas eu, muito consideram a Lara do Reboot a personagem mais linda já feita em um jogo. e sem peitões ou bunda grande, com proporções fisicas de uma mulher normal, isso é realmente fantástico


e é meio que você falou cara. é meio encheção de linguiça enquanto se produz jogos novos, como a maioria dos amigos aqui é Sonystas, tem um deles que já tem o PS4 e acha fenomenal o a ideia dos jogos serem relançados com gráficos ainda mais fudidos...bom para ele, mas ainda acho a Lara linda no meu humilde PC

Leotiochico disse...

Concordo plenamente, comprei o Remastered do FFX e X2 pro Vita e ali existe uma diferença de tempo de lançamento, são mais de 12 anos e está realmente mais bonito, além do que era um jogo de PS2, muitos nem tiveram a chance de conhecer a história, mas claro que esperei uma promoção pelo jogo digital. Infelizmente essa manobra existe e está a todo o vapor já que faltam ideias e investimento em novas histórias...

Th Mc disse...

Concordo e parabéns jovem, belo artigo, infelizmente o tempo de reciclagem dessas versões remastered são muito pequenas mesmo e na maioria das vezes não vale o preço praticado. Penso fielmente em adquirir o ps4, mas remasterdes estão fora da minha lista haha

Lenneth Valkyrie disse...

Matéria foda! ><

Eu acho que o pessoal que vai comprar esse tipo de jogo, por aqui pelo menos, só vai fazer pela ostentação...

Eu não vou mais comprar console de mesa. No momento o que quero é um 3ds e pronto.

Pelo o que vc está dizendo, já que não estou acompanhando muito o que tá acontecendo no mundo dos games, não estranharei se a nintendo vencer a geração ou se tornar um adversário mais e mais difícil e a sony ter que ir atrás do prejuízo depois.

É, a Lara tá bonita mesmo no novo
TR mas a Lara que eu acho mais bonita é a do TR Legend e fim da história u.u

Daniel Gomes disse...

Esta geração vai ser a geração dos remakes e remaster até, pelo menos, 2016...

Assim que acabar os frutos dos melhores jogos, teremos algo realmente novo no PS4, One e Wii U - pois a Nintendo precisa de jogos além dela mesma.

Anônimo disse...

Essas empresas estão lançando títulos ruins e muitos de seus jogos são pirateados, logo ela tenta se salvar no ato mais desesperado que uma pode fazer... o remake. E não percebem que remakes são bons para fãs de longa data da versão do jogo, pois para os mais novos não passa de desespero.